sábado, 5 de novembro de 2011

Nos Braços da Mãe

óleo s/ tela
48x31,5


Tal como no trabalho anterior, este é outro óleo em que me inspirei noutra foto de Tom Ang. Espero que gostem pois foram dois trabalhos que me deram muito prazer e… trabalho:)) foi um desafio que coloquei a mim mesmo, penso que consegui, agora o próximo desafio é tentar fazer melhor!

11 comentários:

  1. Excellent, ce cadrage, ce rythme donné par les mains, les pieds qui nous fait découvrir ungeste d'amour, un geste d'humanité, partagé par le monde entier.
    La peinture sert aussi à cela quand on adu talent.

    Roger

    ResponderEliminar
  2. Como vai vc?Belo trb ,pena que nao postou por inteiro.Abraços pra vc!

    ResponderEliminar
  3. This is such a great composition and tells a wonderful story. I admire the uniqueness of it, and the perfection of the skin tones and the print on the fabric. Very beautiful!

    ResponderEliminar
  4. Manuel thank you for stopping by. Your work is lovely. Nice to meet you.

    ResponderEliminar
  5. Roger, merci pour le commentaire et la visite.

    Valdya, obrigado pela visita é sempre bom contar com os seus comentários.

    Katherine,is good to read these comments on our work, thank you.

    Susan, thank you for visiting.

    ResponderEliminar
  6. love the composition and beauty in the hands, nice work!

    ResponderEliminar
  7. Es una composición muy buena y además magníficamente realizado

    ResponderEliminar
  8. Excelente pintura e lindas cores. Tenho gostado imenso do que por aqui tenho visto :-)
    Já tinha tentado comentar mas tive problemas, vamos ver se agora o comentário fica.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  9. Meravigliosa composizione...anche senza vedere i visi , questo dipinto 'parla'!

    ResponderEliminar
  10. Janice, thanks for the comment.

    Julián, obrigado pelos elogios aos meus trabalhos.

    Luis, ainda bem que gosta do meu trabalho, é óptimo para o ego e um incentivo para fazer melhor.

    BrandNS, Thank you for your visit and comment.

    Jane, Obrigado.

    A todos um abraço,
    Manuel

    ResponderEliminar